domingo, 15 de novembro de 2009

Solidão

Certo, agora, ignoro o orkut, ignoro o twitter, ignoro o WLM (velho MSN). Apenas uma boa música nos fones. Vamos ao post.


"A maior solidão é a do ser que não ama. A maior solidão é a dor do ser que se ausenta, que se defende, que se fecha, que se recusa a participar da vida humana.
A maior solidão é a do homem encerrado em si mesmo, no absoluto de si mesmo, o que não dá a quem pede o que ele pode dar de amor, de amizade, de socorro.
O maior solitário é o que tem medo de amar, o que tem medo de ferir e ferir-se, o ser casto de mulher, do amigo, do povo, do mundo. Esse queima como uma lâmpada triste, cujo reflexo entristece também tudo em torno. Ele é o que se recusa ás verdadeiras fontes de emoção, as que são o patrimônio de todos, e, encerrado em seu duro privilégio, semeia pedras do alto de sua fria e desolada torre."
[Vinícius de Moraes]

Esse texto, cortesia do perfil do Frodo, me fez considerar estar utilizando esse termo "Solidão" equivocadamente.
Claro, o que o Vinívius disse não é uma verdade universal, nem deve ser considerada assim, mas gostei da sua conceituação.

-----

Olhou ele para aquele manto sombrio que se aproximava, não piscou, mal respirou. Nada havia em seu interior que pudesse ser visto. Ele perguntou:
- Quem é você?
Do manto saiu um som, quase um murmúrio, mas claro em seu contexto.
- Sou seu amigo, o único em que confia totalmente. Não se recordas de mim?
Ele pensou em todos os seus amigos, conhecidos, mas nao encontrou nenhum em suas memórias em que realmente confiasse. Então disse-lhe:
- Ainda não sei quem és.
- Sou seu amor, sua amante, a única a quem se entregou totalmente. Não lembras?
Novamente vasculhou suas memórias, mas não, não havia ninguém importante assim na sua vida.
- Não, ainda não de você.
- Sou quem fez suas mãos tremerem, sua pele arrepiar, sua fúria revelar-se, seu grito ser ouvido.
Ele ficava cada vez mais perdido. Abaixou a cabeça mostrando-se pensativo, e ao fazer isso notou o manto aproximar-se e aparentemente aumentar de tamanho.
- Tolo. Não reconheces sua própria alma. Tão preocupado que estava consigo mesmo durante sua vida que esqueceu-se de mim. EU, que tanto lhe fiz sentir, que tanto lhe aconselhei, mas tu me ignoravas sempre. Tanto o fez que assim fiquei, vazia, um reles trapo ao vento. E agora, nada mais pode fazer, sua vida se foi, os amigos em que nunca confiou, os amores que nunca amou, os sentimentos que nunca experimentou, estão todos perdidos para todo o sempre para você. E eu que deles sou feita, de mim nada mais resta, eu que devia ser sua companhia pela eternidade, seu porto seguro na vida eterna, agora é o fim...
Ao dizer isso o manto voou, mas simplismente por causa do vento momentâneo que passou pelo local, caindo logo a frente ao chão.
Ele nada falou, olhou ao redor, estava em uma bifurcação, em uma estrada de chão batido, sem placas, um dos caminhos levava ao sol nascente, o outro à lua que se punha.
Sentiu um calafrio, e uma leve brisa soprou sobre ele, fazendo o manto ao chão mover-se um pouco.
Andou, pegou o manto, vestiu-o.
Virou-se, e caminhou pelo caminho de volta, deixando a bifurcação para trás.
Acordou sentado no chão, encostado na parede do banheiro. Olhou para a pia onde estavam os frascos dos remédios. Depois de conseguir levantar-se, pegou a carta de despedida que havia escrito e queimo-a.
- Não vai acabar assim.
Foi ao quarto, olhou-se no espelho.
- Malditas alucinações.
Pegou a arma na gaveta, apontou para sua cabeça, sentiu o frio do metal.

Olhou em volta, havia uma bifurcação, e um abismo às suas costas.

2 comentários ébrios:

SO.L. disse...

Culpa daquela história de que quem carrega os outros é o mar.

Frodo disse...

Quase ninguém sabe o bem que a solidão moderada pode fazer pa um homem. Mas sim, creio firmemente que quem se recusa a amar é solitário, e do pior tipo, um solitário por conta e conveniência próprias. E que esquece que assim, machuca a si mesmo e perde o melhor da vida. Como disse uma vez minha velha tia Maria: "Quer um conselho pra vida toda? Ame.Apenas ame sem esperar nada em troca."


p.s: esse comment é quase um post.

ps.s II:Amem,o mais profundo que puderem.