sexta-feira, 12 de fevereiro de 2010

Grandes covardes da internet

Estou caindo de sono, e sem internet, mas vou escrever algo para postar depois.

Algo me fez pensar ultimamente nesse fenômeno dos falsos corajosos da internet, e atestei, talvez eu seja um deles.
Aliás, não é difícil de ser um. Talvez você seja também.

Achar alguém cheio de opinião, crítico, engraçado, e trocentas outras qualidades na web é fácil, muito fácil. Então, digamos que você começa a conversar com essa tal pessoa. Depois de meses de conversas, já estão bem íntimos, mas por acaso, já deste o teu endereço pra essa pessoa?
Hum, claro, talvez morem perto, e tenham se encontrado pessoalmente em outro lugar, e então acabaram falando, mas fora casos assim, é algo extremamente raro pelo que venho constatado.

É o medo, medo de quem está do outro lado da tela ser um psicopata, fazer parte de uma quadrilha, ser um criminoso.
Ou então vai que se você dá seu endereço e um hacker qualquer descobre. Grande impasse.

Natural isso, de certa forma, instinto de autopreservação.
Nunca iremos fazer algo que possa nos colocar em risco imediato, ou pior, não sabermos se estamos em risco. Pode ser o cara mais 'phodaum' da internê, ainda assim, pensará duas vezes antes de entregar seu endereço assim de bandeja.

Talvez eu devesse ter me aprofundado mais, mas não vou, o sono me domina, tenho uma história para o recanto para fazer, passei só pra avisar que o pub não está de todo abandonado.

Please, leave your comment in the comment section below.

Sem mais,

3 comentários ébrios:

Zzz disse...

Acho que é difícil também encontrar alguém que valha a pena saber seu endereço...Alguém que DE FATO vá usá-lo pra te visitar em breve.
Digo por mim, as pessoas estão cada vez mais individualistas.

Eu já conheci várias pessoas pela internet (muitas vezes sem prudência nenhuma ia falando onde eu morava), mas a pior coisa nisso é que muitas delas usavam "máscaras" online. Ao vivo eram bem diferentes e diferentes pra pior, SALVO RARAS EXCEÇÕES...

Enfim, é um assunto pertinente, Marconi...

Losterh disse...

Bem, uma pena deve valer pouco.

Manoel Leonam disse...

Poder se inventar na internet é tanto sua graça quanto sua maldição. melhor não cultivar muita curiosidade sobre quem está do outro lado, a realidade nunca se dá muito bem com a expectativa.